Estou em plena penumbra do meu luar.
Luar de nostalgia, de reflexões e sonhos.
Vou chegar ao encontro de meus pensamentos,
e minhas dúvidas, do meu amor inconstante
dentro de minha alma.

Estarei a te seguir com meus olhos
a brilhar, como duas contas de cristal...
E neste brilho inconstante vagarei
sob o sol, depois da noite chuvosa de verão.

Procurarei por esse mundo sem fim,
Uma rosa ou um rosário de estrelas
e te ofertarei, para estar sempre
a brilhar no meu despertar.

E neste embalo da vida ficaremos
unidos, e desta união continuaremos
a ser amigos, companheiros e
eternos apaixonados.
Onde estiver, estarei sempre
a sentir tua presença constante
em meu coração.

Maria Aparecida Macedo

 

 

 

 

Imagem: Getty Imagem