Vivo nas águas do mar,
sou filho do mar,
onde me encontro feliz a nadar.

Vou para onde quero ir,
brinco com os peixes de minha espécie.
Por onde passo, deixo amor e paz.

Vivo nessa imensidão azul...
Procuro passar a minha simplicidade,
e minha meiguice em meus olhos azuis,
para cativar os que me machucam.
Viajo léguas e léguas de distância,
à procura do meu bem querer.

Sou um Golfinho...
Quero ser admirado e apreciado,
pelo ser humano.

Quero chegar,
aonde me dão carinho e comida,
para depois brincar e voltar
para o meu caminho sem fim.

Maria Aparecida Macedo

 


 

 

Arte Final Crys