Minh'alma gêmea, onde estás?
te procuro por todos os lados e não te encontro.
Estás perto ao meu alcance, onde minha
alma ainda distante não te vê.
Vem até a mim, sopra no meu ouvido...
Quero te sentir e afagar os teus cabelos,
olhar dentro de teus olhos, para ir
ao encontro do nosso eu.

Vem, minh'alma gêmea! Tu que sempre
estás dentro do meu coração...
Estou sempre a te esperar, para poder
chegar ao nosso encontro de almas
transparentes e límpidas.

Vem, minh'alma gêmea irmã,
mostrar o meu querer viver, à espera de ti.
Vem ao meu encontro!
Não consigo viver tão distante de ti,
onde estiver estarei sempre ao teu lado.

Mesmo que minh'alma seja de um Anjo
estarei sempre a tomar conta de ti.
Te dando amparo,
enxugando tuas lágrimas,
te fazendo dormir nas madrugadas,
envolvida em minhas asas de algodão.
Vem, te darei a Paz que tanto procuras,
e a Esperança de que um dia possamos reviver....

Maria Anjinha