Hoje

Hoje é minha realidade...
Hoje!
Minha alegria...
Que sempre foi consagrado, em minha vida.
Meu passado, vou deixar, em meu coração,
as lembranças boas e vividas.
O futuro será sempre um sonho, onde corro
atrás dele, para agarrá-lo, e poder viver
os sonhos que tenho dentro de mim.

Hoje, volto novamente a viver...
como um presente.
Deus, que foi tão perfeito, me colocou,
junto de todos os meus amigos.
Deixo o tempo passar. Vou vivendo
como um Anjo da Esperança e da Paz...
Com prudência, Harmonia e Amor Infinito.

Quero viver uma plena realização,
de sentir o Hoje, em meus dias.
Realizar do Hoje, momentos de alegria,
de Paz incontida, que eu possa dividir ,
com todo o Universo...

Hoje, eu quero apreciar o pôr-do-sol,
abraçar e beijar meus amigos,
oferecendo a todos o meu abraço,
amigo e fraterno.
Sinto o Hoje, como se fosse uma borboleta,
pousando de flor em flor,
beijando todos os amores de minha vida...
Hoje, eu quero contemplar o céu, guardar
dentro de minha memória, um futuro
pleno de Glória...

Maria Aparecida Macedo
"Maria Anjinha"

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Hoje

Quisera ter plena noção do tempo,
sentir que aquilo que se foi
está longe, não volta mais,
que o passado não volta com o vento...

Quisera deixar que o futuro viesse,
sem ânsia ou pressa...
Desinteressadamente eu lhe diria:
se trouxeres Dor, não te apresses...

Quisera viver o Hoje, o que é...
Viver o Hoje, se é o que há...
...não importando o que passou e o que virá,
pois a hora é esta, que vai de agora a um até...

Sou o Hoje, porque me alimento,
mas tenho o Passado fossilizado em mim;
ainda que muitos dos meus versos mostrem desencanto,
retrocedo no tempo e dele tiro algum alento...

Se o Futuro é por mim desconhecido,
esforço-me por acreditá-lo mais ameno...
Que ele possa ser um calmo meio termo
entre mágoas passadas e a Compreensão do Hoje amigo...

Sei que não vivo no tempo que passou,
nem aguardo ansiosa pelo que ainda não chegou,
não sou um ser do Hoje, do Agora, do Já:
sou uma mistura de tudo, isso é o que sou...

Não me creio abatida nem amarga pelo que sofri.
Sobrou muito, pois não me perdi de mim.
E é no Hoje, a minha realidade, que eu me sustento
e faço do Futuro imediato o que não vivi, o que não ri...

Sou um tudo, sou atemporal...
Posso estar nos dias em que sofri e chorei,
posso estar no agora, que sinto com convicção,
Mas não ouso acelerar-me na Vida, para ver o meu final...

Minha narureza é triste, disso eu sei,
mas me entermeço com tudo o que há na Criação.
A Vida, Tesouro dos meus dias, tristes ou alegres,
Viu-me chorar pesados choros, tanto em que esbarrei...

Creio-me triste quando viajo para trás,
mas é lá que eu procuro entender as minhas reações...
E se sou um retrato do tempo, não ouso apagar
a minha caminhada, iniciada no passado, em busca da Paz!...

O passado representa o que não posso mudar...
O Hoje apresenta-se-me como o ser, o estar...
O Futuro, quem há de especular?
Louvo tudo, foi a estrada que escolhi para caminhar...

Regina Coeli

 



 

Tube:Suzi Sgai