Dueto " ESTRELAS DOS ANJOS "

ESTRELAS DOS ANJOS


Percebo que no céu
faltou um anjo...
Ah!
que menininha curiosa,
que foi espiar
pelas janelinhas
das estrelas
e sentiu que lá na terra
haviam sofrimentos
e tantas tristezas...
No seu coraçãozinho
havia tanta bondade,
que desceu
suavemente como ave,
para espalhar neste mundo
o seu amor
e a fraternidade!
Esta linda anjinha,
por muitas vêzes
sentia-se tão sozinha
num mundo
tão diferente do seu
e diante de tantos
sofrimentos humanos,
que Deus resolveu
mandar-lhe
uma pequena estrela,
para que quando
ela sentisse a tristeza,
uma linda luz
brilharia o seu coração
trazendo-lhe de volta
o amor e a beleza!
Quando os seus
olhinhos inocentes
lerem esta poesia...
Ela entenderá
que sempre estive
em todos os seus dias,
presente...
Porque o amor
as vêzes se cala
mas no seu silêncio
se sente!


De: Virgínia Maria da C.L.M. dos Santos

NO SILÊNCIO EU SINTO...

No silêncio de minh'alma
Sinto sua presença a vagar.
Queria ser a Estrela dos Anjos,
para poder iluminar todos os
meus amigos especiais,
que guardo com amor e carinho,
dentro do meu coração.

Você é para mim a Estrela Azul,
que sempre brilhará, em meu caminho.
E sempre estará dentro do meu coração,
transmitindo toda essa Luz Azul,
para com os Anjos brincar.

Brinco com os Anjos.
Brinco com as Estrelas.
Chego ao infinito, coloco minhas mãos,
e tento pegar o que mais amo
que são os Anjos de Deus!
Anjos e Estrelas, que sempre brilharam,
em minha vida.

Sou aquele Anjo que estava a brincar
em uma das estrelas,
Que caiu neste planeta, que veio
para passar para toda a humanidade:
A Paz...
A Bondade...
O brilho em meus olhos,
para transmitir a Luz que irradia a vida
que Deus nos deu...

Maria Aparecida Macedo
"Maria Anjinha"
Para Virginia
Araruama/RJ


 












Designed by Luvdalot Graphics