CÉU VAZIO
Cynthia Andrade


Naquela noite, as nuvens se atropelaram
e se ajuntaram estupidamente em meu céu.
Afugentaram a lua.
Apagaram as estrelas.
E a escuridão se fez.
E eu senti medo.
Procurei algo que pudesse me proteger.
Nada.
Haviam levado a raiz que me segurava à terra.
Os olhos de minha alma tentaram lutar.
Foi em vão.
E, naquela noite,
eu me sepultei em mim.


 



CÉU CLARO...
Maria Anjinha

Aquela noite não foi em vão.
O céu voltou a ficar claro,
A lua voltou a clarear a noite,
As estrelas a brilhar, atropelando todas as nuvens,
para salpicar nossos corações de alegria emoção!

Por que medo?
Procurei pelo céu minha estrela guia,
ela com todo o seu brilho, me levou até aquele raio de luz.
Um lindo Anjo surgiu,
para me proteger e tirar todo o medo
que existe em nosso inconsciente...
Minha alma lutou, para que em vão
aquela noite fosse para deixar minha luz brilhar,
para a Divina Glória me abençoar!...

Maria Aparecida Macedo
" Maria Anjinha"

Ousando acompanhar a Poeta Cynthia Andrade

 

 

 

 

Deixe seu recadinho......

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Webmaster e designer  Teka Nascimento
Copyriht© Teka Nascimento - 2010
Lençois Paulista-SP- BR
Todos os direitos reservados®